Novembro é tempo de Feira do Livro em Porto Alegre

2014-11-06 14.08.23Todos os anos, há 60 décadas, os porto-alegrenses param de comprar livro ali por agosto esperando os descontos da Feira do Livro de Porto Alegre. Ok, as coisas já não são bem assim. Existem as promoções imbatíveis da internet, os e-books e todo o resto que parece ir contra impresso. Porém, mesmo com tudo isso, há ainda a magia de sentar à beira da praia, nas merecidas férias após um ano daqueles, abrir um bom livro e embarcar numa jornada particular enquanto dá umas olhadelas para imensidão azul do oceano. Ou seja, mesmo eu já tendo me rendido aos livros digitais principalmente por serem mais portáteis (livrões pesados, com quase mil páginas estavam acabando com as minhas costas), para mim as férias de verão sempre serão um bom motivo para comprar um livro.

Mas se você é daqueles que já superou o papel e prefere ficar no digital, a Feira do Livro de Porto Alegre ainda é um lugar que vale a pena ser visitado. O evento, que ocorre todos os anos a partir do último fim de semana de outubro e se estende por toda a primeira quinzena de novembro, agita o centro da capital gaúcha com várias atividades além da compra de livros.

feira do livro
Eventos como encontros com autores ocorrem na tenda da Pasárgada

A feira é um patrimônio cultural da cidade.  Ela iniciou com a ideia de um colega jornalista, o Say Marques, que era diretor no Diário de Notícias — jornal que hoje se limita a dar nome a uma rua —, em 1955. Ele viu uma feira parecida na Cinelândia, no Rio de Janeiro, e trouxe a ideia pensando na popularização do livro. Naquele ano, foram apenas 14 bancas de livros na Praça da Alfândega. Hoje a feira é a maior do tipo na América Latina.

Há alguns anos, ela cresceu tanto que extrapolou os limites da Praça, seguiu pelas ruas próximas e foi acabar lá no Cais do Porto, com uma linda área infantil para incentivar os novos leitores.  Neste ano ano ela já está um pouco menor novamente. Não vai mais até o Cais, mas a programação infantil ainda é repleta de contação de histórias, teatrinho infantil, encontros com autores populares e outras atividades diversas.

feira do livro

Frequentadora assídua da feira há um bom tempo já, nessa 60ª edição percebi que ela está diminuindo. Além de não chegar mais até o cais, a praça de alimentação está menor e em alguns locais que concentravam bancas clássicas, personagens históricos, como “o último lambe-lambe” de Porto Alegre, agora estão vazios. A voz suave e característica do auto-falante da feira já não faz mais anúncios tão frequentemente.

Porém, como eu disse antes, a Feira vai além da venda dos livros. Óbvio que intenção dos livreiros é sim vender livros, por isso tudo tem 20% de desconto e existem muitos balaios com coisas bem legais. É só ter tempo, paciência e bons olhos para achar muitos livros bons por R$ 10 ou menos ainda.

feira do livro

Dá para aproveitar as diversas atividades paralelas como as sessões de autógrafos e as dezenas de oficinas dos mais diferentes assuntos. As oficinas passaram a ser realizadas em 2000 e são oferecidas nos centros culturais na praça ou próximos dela. Além de serem uma excelente oportunidade para aperfeiçoar (ou desenvolver) habilidades literárias, elas também acabam induzindo a visita a lugares como Santander Cultural e Centro Cultural Érico Veríssimo (que tem uma biblioteca maravilhosa). Quando eu estava na faculdade, fazia várias dessas oficinas. Além de serem muito boas, eram horas complementares bem divertidas de se fazer e, melhor de tudo para estudantes, de grátis.

feira do livro
Olha o livro ali: tudo a ver com as Viajadas <3

Quando planejar uma viagem para Porto Alegre, considere combinar a visita para a época da Feita do Livro. É uma boa oportunidade para combinar cultura, lazer e consumismo. Mas ó, uma dica: traga guarda-chuva. Não é que vá chover todos os dias, mas todo porto-alegrense sabe que em época de Feira do Livro, inevitavelmente, uma hora ou outra, vai chover.

Para os locais e para quem já está por aqui passeando, a 60ª Feira do Livro de Porto Alegre vai até o dia 16/11. Ela abre todos os dias das 12h30 às 21h, com a área infantil abrindo mais cedo, às 9h30.

feira do livro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *