Como ser um hóspede adorável na casa dos amigos

Uma bela maneira de economizar durante uma viagem é se hospedar na casa de amigos ou de estranhos que gentilmente oferecem seus sofás no Couch Surfing. Eu, pessoalmente, não curto nem um pouco a ideia – detesto modificar a rotina de quem quer que seja, e sei que um hóspede sempre mexe com o funcionamento de uma casa, por mais querido e bem-vindo que seja. Mas sei que muita gente tem essa opção de hospedagem no topo da lista e sei também que ainda me hospedarei muito na casa dos amigos por N motivos, então o melhor a fazer é provocar o menor impacto possível na rotina deles. Então, segue a lista das coisas que eu, você e todo mundo pode fazer para ser um hóspede adorável e querido:

– Na chegada, seja pontual, organizado e gentil.

Não deixe as pessoas esperando por você, e caso tenha problemas, como um atraso de voo, avise seu anfitrião. E assim que chegar, imediatamente organize seus pertences – não deixe sua mala no meio da sala, por favor! Também é de bom tom trazer uma lembrança para a pessoa que vai recebê-lo, não é?

– Seja limpinho, seja prestativo 

Você não está em casa, então nada de deixar a cama desarrumada porque tem pressa. Quando tomar banho, seque o banheiro e não deixe cabelo no ralo. E dispense ao seu anfitrião a mesma gentileza que gostaria que dispensassem a você: ajude a lavar a louça, a botar o lixo na rua, AJUDE.

– Ajude nas despesas

Se o seu anfitrião é duro, por favor, ajude nas despesas! Se ofereça para comprar os ingredientes de uma refeição (aproveite e já prepare-a também), pague o estacionamento, seja útil, mas sempre com muita delicadeza e sutileza, ok? Caso você seja hóspede de pessoas mais abastadas, faça essa gentileza de outra maneira: traga um bom vinho para o jantar, ou prepare uma sobremesa incrível.

– Bom humor e disposição, sempre

Acho que nem preciso dizer o quanto é importante estar sempre com um sorriso no rosto, né? Além disso, prepare-se para se adaptar à rotina do seu anfitrião: se ele te convidar para algum programa, faça o possível para acompanhar – e ser o melhor companheiro do mundo!

– Seja grato

Não deixe de agradecer seu anfitrião e, se possível, fazer um agrado também na despedida: um presentinho, um bilhetinho. Seja querido, e as portas estarão sempre abertas para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *