Bosque Alemão é opção de passeio com crianças em Curitiba

bosque alemão
Ponte que leva até o mirante

Curitiba é um cidade repleta de parques e sempre acaba sobrando um ou outro para se conhecer a cada visita nova que fizer. Eu, que passei minha infância indo a Curitiba passar as férias de inverno, só fui conhecer o Bosque Alemão neste ano. Ao viajar com a minha afilhada, inclui o parque no roteiro por uma particularidade destinada às crianças: a Trilha de João e Maria. O parque  recria a fábula dos Irmãos Grimm em uma estradinha de pedras. Durante o passeio, placas vão contando as aventuras dos irmãos Hansel & Gretel, no original. A Vitória, minha afilhada, adorou, deu até para sentir um certo medinho da estrada.

bosque alemão

O parque, inaugurado em 1996, fica no bairro Vista Alegre onde antigamente funcionava uma leiteria de uma família de origem alemã. Ele tem duas entradas possíveis, a primeira é na esquinas das ruas Nicolo Paganini e Rua Schubert, mas aconselho a começar pela outra ponta, na parte mais alta do parque, pela Rua Francisco Schäffer. É por ali que a trilha de João e Maria começa.

Logo na entrada do parque fica uma réplica de um igreja presbiteriana onde funciona o  Oratório Bach, espaços para concertos musicais.

bosque alemão

Em seguida vem a Torre dos Filósofos, um mirante que proporciona um vista incrível de Curitiba. Para os com medo de altura (eu!), a descida pode ser bem ‘interessante’ e para os sedentários (eu de novo!), a subida é bem cansativa.

bosque alemão

bosque alemão
Vai encarar a subida?

A trilha inicia bem próximo ao pé do mirante. Ali fica a primeira plaquinha contando o início da saga.

bosque alemão

Bem no meio do parque tem a Casa da Bruxa, uma biblioteca infantil que oferece a hora do conto. É comum ver passeios de escolas por lá.Se estiver com crianças, pode entrar e ficar a vontade. Tem algumas fantasias, como chapéus de bruxas e vassouras que elas podem experimentar e tirar fotos. Aos sábados e domingos, às 11h e às 16h a Casa da Bruxa promove a A Hora do Conto com acesso livre pelo público.

bosque alemão

No final da trilha, na outra ponta do parque, fica um pórtico que reproduz a fachada de uma antiga casa com arquitetura alemã que costumava existir no centro da cidade.

bosque alemão

O parque funciona diariamente das 8h às 18h. Para chegar lá, você pode pegar as linhas de ônibus comuns: Troncais e convencionais (amarelos): Bracatinga, Fredolin Wolf, Jardim Mercês-Guanabara, Primavera e Raposo Tavares. Interbairros II (verde)

Ou a linha turismo, que tem paradas nos dois pontos do parque. Para não se cansar muito, desça no topo do Bosque Alemão e pegue o ônibus novamente lá no fim, onde fica o pórtico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *