Blue Box Cafe: café da manhã na Tiffany’s, em Nova York

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

Deixa eu começar esse post contextualizando: sou completamente apaixonada pelo filme Breakfast at Tiffany’s (lançado como Bonequinha de Luxo aqui no Brasil) e pela obra do Truman Capote. Tão apaixonada que as paredes do meu quarto são pintadas no tom de azul das caixinhas da Tiffany & Co e tenho um quadro da Audrey Hepburn namorando a vitrine da joalheria. Então imagina a minha alegria quando soube que abriria um café na loja, e que eu finalmente realizaria meu sonho de tomar café da manhã na Tiffany’s!

Não foi uma tarefa fácil, confesso. As reservas são concorridíssimas, e tive que quebrar a cabeça para descobrir como garantir meu lugar (calma, que daqui a pouco ensino como fazer a sua reserva também). Além disso, reservei minha mesa para a primeira manhã em Nova York e não é que meu voo de chegada atrasou? Felizmente não consegui cancelar, porque a experiência no Blue Box Cafe foi uma das mais legais que eu tive na cidade!

No dia da minha reserva, 23 de janeiro, NYC amanheceu com chuva. Como eu ainda não tinha o meu Metrocard, achei melhor chamar um Uber para chegar no horário. Que bobeira a minha! O trânsito estava caótico, tudo parado, e fui morrendo de medo de perder a reserva – não só porque ia ficar com fome, mas também porque são cobrados US$ 25 em caso de não comparecimento.

Mas todo o stress foi embora assim que pisei na Tiffany & Co. Aquilo é outro mundo, minha gente! No momento em que entramos, um exército de vendedores cordiais já apareceu dando bom dia com um sorriso no rosto e nos apontando o caminho para o café. Em todas as vitrines, lindos diamantes. Ou seja, pela bagatela de US$ 29 você tem uma verdadeira experiência de luxo.

O Blue Box Cafe

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

Pegamos o elevador e desembarcamos no quarto andar, onde fica localizado o Blue Box Cafe. A recepcionista, felizmente, foi compreensiva com o nosso problema para chegar ao café e nos levou à nossa mesa – pelo visto não fomos os únicos com dificuldade pra chegar no horário, pois várias mesas estavam vazias.

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

O lugar é um encanto, todo decorado no famoso tom de azul das caixinhas da Tiffany’s. Os atendentes são fofos, e a todo momento passam servindo água e verificando se está tudo bem, se queremos mais alguma coisa. A senha do wi-fi – olha que riqueza – é DIAMONDS.

O cardápio do Blue Box Cafe

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

O café da manhã na Tiffany’s, que custa US$ 29, dá direito a café ou chá, um croissant (que vem para a mesa acompanhado de Nutella, geléia e manteiga), frutas da estação e um prato principal à sua escolha.

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

Eu, que não sou uma pessoa muito ousada no quesito alimentação, optei pelo waffle com frutas. O meu veio com pêras, e uma jarrinha de Maple Syrup.

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

O meu filho, que é fã de programas culinários, optou pelos Truffle Eggs e quase morreu de emoção quando viu o pessoal raspando as trufas no prato dele.

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

Tudo, absolutamente tudo, estava delicioso. Foi uma excelente escolha para começarmos a nossa temporada em Nova York, e o café da manhã nos deu a energia necessária para explorar a cidade a pé, mesmo com a chuva.

Como reservar uma mesa no Blue Box Cafe

As reservas para o Blue Box Cafe são feitas através do aplicativo Resy. Se você acessar agora provavelmente vão aparecer todas esgotadas, mas não se desespere: elas abrem diariamente para 30 dias depois, ao meio-dia (horário de NYC). Ou seja, entre exatamente nesse horário 30 dias antes da data pretendida que você vai conseguir.

Faça o cadastro com antecedência para não perder tempo preenchendo seus dados, e fique com o cartão de crédito na mão: é necessário informar o número para que haja a cobrança caso você não apareça.

Blue Box Cafe Tiffanys NYC

O Blue Box Cafe também serve almoço (US$ 39) e chá da tarde (US$ 49). Bom apetite!

The Blue Box Cafe

727 5th Ave, 4th Floor, New York, NY 10022, Estados Unidos

 

 

 

15 thoughts on “Blue Box Cafe: café da manhã na Tiffany’s, em Nova York

  1. Seria um sonho esse lugar ou é impressão minha? Estou encantada só de ver as fotos, imagino como é pessoalmente! Já bateu aquele arrependimento de não ter descoberto esse lugar a tempo de visitar quando estive aí, fica pra próxima!

  2. Puxa, ainda bem que deu tudo certo no final né? Mas eu não andaria em NYC sem o passe de metrô, que é uma verdadeira mão na roda! Parabéns pelo relato! Abs

  3. Eu também sou fã do Truman Capote e da Audrey Hepburn. Acho que foi muito mais do que uma atriz. A experiência parece ter sido inesquecível, apesar do sufoco inicial. Lindo, lindo.
    P.S. cá em casa também somos aficionados no masterchef (versão Austrália)

  4. Para mim é novidade e das melhores! Sou vidrada na Tiffany e assim que marcar minha viagem vou fazer a reserva. Adoro o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *