Basílica de Santa Maria della Salute, em Veneza: cuidado com os roubos

Santa Maria della Salute in Venice

Hoje temos uma viajada alheia pra compartilhar aqui no blog, mas infelizmente é pra alertar quem vai para Veneza. O nosso amigo Gabriel Pontes está fazendo um mochilão pela Europa e tava tudo muito bom até que ele foi roubado dentro da Basílica Santa Maria della Salute. Felizmente, ele foi bem atendido pelos bancos, conseguiu cancelar os cartões e continua curtindo a viagem, mas ser roubado nunca é legal, né? Então vale manter os olhos sempre bem abertos para evitar esses contratempos. Confere o depoimento do Gabriel:

Em uma balsa flutuava em direção à bela igreja de Santa Maria Della Salute, em Veneza. Não sendo um ponto turístico popular, ainda assim no outro dia havia avistado e me trouxe curiosidade de adentrá-la. Logo na porta uma senhora tenta me enganar dizendo que é pago, mais uma das que passam a tarde atiradas ao chão com um copo da Starbucks e a esperança da “piedade” dos transeuntes. Mesmo sabendo que não era pago, retirei uma moeda do bolso e depositei no copo da senhora.

De dentro a igreja não é tão bela quanto as outras que visitei. Não sei exatamente que sentimento me tomou na entrada, mas uma profunda sensação de religiosidade me atingiu. Na minha cabeça continuava cético, mas algo me dizia. Por que não? Por que não dar uma folga a relutância e, por 3 minutos, se entregar a falácia? Me aproximei do balcão das velas, saquei minha carteira e tirei o 1 euro cobrado para acender. Não pedi nada, apenas pensei nas pessoas que eu amo.

Passados os 5 minutos de crença comecei a rir e me dei conta do papel de ridículo que havia pago para mim mesmo. Saí da igreja e decidi me dirigir a um museu próximo. Demoraram 3 quadras e um surto de realidade para perceber que minha carteira não se encontrava mais comigo. E que 4 dos meus 5 cartões, minha identidade e meu cartão de transporte público estavam perdidos. Corri muito, voltei e quando cheguei a porta da igreja ela já havia fechado.

Minha mochila não estava aberta, o que diminui a probabilidade de alguém ter colocado sua mão dentro e pego. Creio que foi minha desatenção, o julgamento divino ou apenas uma vingança do espirito de Darwin. Estou agora aqui, sentado na frente da igreja aguardando as portas se abrirem para voltar ao altar. 

E aos que perguntam quanto aos cartões… sim… perdi quase todos mas ainda tenho acesso ao meu dinheiro. A carteira não estava na igreja. Os atendimentos da Visa, BB e HSBC foram impecáveis. Até me ofereceram um cartão novo por tele entrega em 24 horas. Perdi quase metade do dinheiro que havia economizado. Tinha acabado de sacar e ia comprar as lembrancinhas (peço perdão a minha família, dessa vez não trarei nada comigo). Tenho dinheiro, estou assistido e mais calmo e tenho que aproveitar o que me resta de Veneza. Meu passaporte está comigo e está tudo sob controle.

Isso aí, Gabriel, aproveita o resto da viagem! E para quem vai a Veneza, fica o alerta.

2 thoughts on “Basílica de Santa Maria della Salute, em Veneza: cuidado com os roubos

  1. oi… é sempre chato quando isso acontece. Também fui furtada uma vez, na Ilha de Páscoa. O sujeito entrou em meu quarto enquanto tomava banho. Mó perrengue.

    Nunca deixo muito dinheiro na bolsa ou documentos e ela sempre anda na frente.

    Estive nessa Igreja, mas ela já estava fechada. Lembro de ter sentado nos degraus e olhado o dia ir findando. Havia pouco movimento e isso me deixou bem feliz. 🙂

    1. Puxa vida, que chato Analuiza! Mas a gente vai aprendendo com isso, né?

      Beijo grande!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *